BANNER 1


Tibau do Sul, São Miguel do Gostoso e Parnamirim representarão o Brasil, entre os dias 6 e 9 de outubro, no Global Green Destinations Days, conferência internacional que elegerá os 100 destinos mais verdes do planeta e suas práticas de sustentabilidade.

Este ano, o Brasil disputará o prêmio com apenas quatro destinos. Rolante, no Rio Grande do Sul, terra do compositor Teixeirinha e da Cuca, tradicional bolo sulista, fecha o seleto grupo.

“Parnamirim com o Centro Cultural Trampolim da Vitória, São Miguel do Gostoso com o Curso de Turismo de Base Comunitária, desenvolvido e aplicado pelo Senac RN com o trade turístico local e Tubau do Sul com o Santuário Ecológico de Pipa concorrerão no top 100.”, antecipou nesta terça-feira, 29, Beth Bauchwitz, secretária de Turismo de Tibau, a 81 km de Natal.

Ela lembra que o arquipélago de Fernando de Noronha, pertencente a Pernambuco, já deteve uma posição oficial entre os 100 destinos mais verdes do mundo da Global, concedido por dois anos, mas ao não renová-lo deixou a lista.

A conferência, planejada inicialmente para acontecer em Bodrum, na costa da Turquia, foi adiada para a primavera de 2021 por causa da pandemia da Covid 19. Em vez disso, um evento online será realizado com notas-chave e apresentações de boas práticas de cada um dos destinos mostrados aos agentes de turismo de todo o mundo.

A programação on-line vai discutir temas como saúde, segurança e inovação. Tibau do Sul apresentará o modelo de gerenciamento do Santuário Ecológico de Pipa como o ponto mais forte de um destino já consagrado internacionalmente há décadas.

Os três destinos potiguares concorrerão ao “Sustainable Top 100 Destinations”, ranking internacional que elege pontos turísticos que executam ações de sustentabilidade ambiental e social.

A coordenação do evento é do Green Destinations, organização internacional vinculada ao GSTC (Conselho Internacional de Turismo Sustentável) formada por especialistas em turismo sustentável.

A entidade certifica destinos pela forma como gerenciam e administram seu patrimônio, ambiente e clima, assim como pela qualidade da oferta turística.

O top 100 receberá seu prêmio em Berlim durante o ITB, uma das maiores feiras de turismo do mundo.

Os destinos com planos para um futuro mais orientado de sustentabilidade têm uma pontuação melhor em termos de satisfação dos visitantes e de seus próprios habitantes e isto se traduz eficiência do negócio, melhorando sua competitividade.  

A Green Destinations analisa a gestão e desempenho de sustentabilidade em todos os temas relevantes e ajuda a melhorar as deficiências dos destinos, planejando e monitorando os progressos.

Segundo Beth Bauchwitz, o resultado final é atrair turistas que hoje sabidamente prezam a sustentabilidade do planeta.

Agora RN


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem