BANNER 1

 


Integrantes do governo Bolsonaro vão se reunir neste final de semana para fechar um consenso a respeito da proposta da reforma tributária. Segundo o blog apurou, após passar pelo crivo do presidente Jair Bolsonaro, a ideia é detalhar a proposta aos líderes partidários na segunda-feira (28).

Em discussão, o governo tenta um acordo para aprovar uma espécie de nova CPMF em troca da aprovação da reforma tributária.

Assessores econômicos e políticos do governo ouvidos nesta sexta-feira (25) avaliam que a principal resistência será Rodrigo Maia, presidente da Câmara, que já disse ser contra a volta da CPMF.

Entre os argumentos do governo, no entanto, um novo imposto digital seria uma “substituição” para arrecadação, em troca da desoneração da folha de pagamento (que são encargos que as empresas pagam sobre salários dos funcionários).

O governo aposta no acordo para aprovar a reforma tributária, que é prioridade para Maia também.

Por Andréia Sadi


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem