BANNER 1

 

O Facebook voltou a ser alvo de uma investigação pela espionagem de usuários do Instagram por meio do uso não autorizado de câmaras dos celulares. Segundo reportagem da agência Bloomberg, o processo foi aberto a partir de notícias divulgadas em julho  pela mídia apontando que o aplicativo de fotos estaria acessando câmaras do Iphone mesmo quando elas não estavam sendo utilizadas de forma ativa. 

O Facebook negou a captura e imagens não autorizadas pelos usuários e atribuiu o problema a um bug que dispararia a informação falsa de que o Instagram estava acessando câmeras do iPhone.

Segundo a reportagem, "na reclamação apresentada na quinta-feira no tribunal federal de São Francisco, a usuária do Instagram de Nova Jersey Brittany Conditi afirma que o uso da câmera pelo aplicativo é intencional e feito com o objetivo de coletar “dados lucrativos e valiosos sobre seus usuários aos quais, de outra forma, não teria acesso”.

Brasil 247



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem