BANNER 1


 Um corpo de um homem com marcas de tiro foi encontrado, na manhã de domingo, 30 de agosto de 2020, jogado às margens da conhecida Estrada do Óleo, região das Barrocas em Mossoró.

Trata-se de Ítalo Azevedo de Souza, conhecido como "Periquito", de 28 anos de idade. Ele era carroceiro e morava em um acampamento de sem tetos denominada de Terra Prometida, na Estrada da Raiz, Bairro Santo Antônio.

Segundo informações da polícia, o carroceiro foi baleado durante uma festa na madrugada por volta de 01h30. Amigos estavam bebendo no acampamento quando cerca de 10 criminosos chegaram ao local gritando o nome de uma facção criminosa e atirando. Periquito teria sido baleado. 

A Polícia ainda não sabe qual teria sido a motivação do crime. A DHM (Delegacia de Homicídios de Mossoró) vai investigar o caso. Amigos da vítima disseram à Polícia que o carroceiro não era envolvido com ilícitos.

Já noite do mesmo dia, por volta das 20h50, no cruzamento da Rua Rosa Prata com a Rua das Violentas, nas proximidades do Colégio Maria do Céu, Conjunto Malvinas, região do Bairro Dom Jaime Câmara, um jovem identificado como Jonathas Felipe da Silva Lopes, conhecido como "Burrinho", de 19 anos de idade, foi alvejado e morto  em via pública com um tiro de escopeta calibre 12 na região posterior da cabeça.

A vítima trafegava de moto quando foi surpreendida pelo atirador. De acordo com a Polícia, o pai de Jonathas é preso de justiça e cumpre pena no regime aberto. Em relação a vítima, não há registro de antecedentes criminais contra a mesma.

Com a morte de "Burrinho" Mossoró chega a marca de 118 homicídio em 2020.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem