Banner 1


Mossoró ganhará, em breve, moderna rede de semáforos. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (16), na Câmara Municipal de Mossoró, pelo diretor do Departamento de Engenharia e Planejamento da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, André Nogueira. Ele foi o convidado da segunda edição do projeto Diálogos sobre Mobilidade Urbana, realizado pela Frente Parlamentar de Trânsito e Mobilidade Urbana (FPTMU), presidida pelo vereador Alex Moacir (PP).

O novo sistema, segundo Nogueira, será digital e operado remotamente. Substituirá a atual rede eletromecânica, controlada de forma manual. Melhorará a sincronia e permitirá, por exemplo, aumentar ou diminuir tempo dos semáforos, de acordo com horários e fluxo de veículos, em tempo real. “Estamos trabalhando no termo de referência para fazer essa modernização”, informa o engenheiro civil. Mossoró possui semáforos em 72 cruzamentos.

Diálogo

A reunião foi no formato de pergunta e resposta. Ao responder outra consideração de Alex Moacir, André Nogueira informou estudo para diminuir retornos em canteiros de vias movimentadas. A medida visa a dar mais fluidez e segurança no trânsito. “O projeto está mais avançado para a Avenida João da Escóssia. Estamos concluindo o estudo, porque não é só fechar o canteiro, mas dar opção de retorno, trabalho gradativo”, explica.

Outra novidade será ampliação de estacionamento rotativo para três pontos do Centro. Já são mais de 200 vagas de parada de curta duração (máximo de 30 minutos). A medida, segundo ele, promove rotatividade de cerca de 4.800 veículos por dia.

Intervenções

Nogueira também anunciou sequência do projeto Via Livre – proibição de estacionamento em determinados horários. A ação adiciona uma faixa de rolamento em vias estratégicas. Recentemente, foi estendido para trechos das ruas Frei Miguelinho e João de Escóssia. Nesta, a pedido de comerciantes, a Secretaria flexibilizou horários. Outras áreas ainda estão em estudo.

Sobre rotatórias, o engenheiro apresentou projeto para o largo da Igreja São João (bairro 12 Anos), onde há zona de conflito no cruzamento das ruas Felipe Camarão e Manoel João. Também anunciou estudo para transformar a rotatória da Avenida Rio Branco com Rua Prudente se Morais em semáforos. “Essa rotatória foi subdimensionada, há dificuldades para tráfego de grande porte”, justifica.

Avanços

O diálogo abordou ainda outros temas sobre a mobilidade urbana, como sinalizações horizontal (placas) e vertical (faixas de pedestres) – trabalho contínuo, segundo Nogueira. O vereador Alex Moacir considerou a reunião positiva. Lançou luz sobre questões do dia a dia de Mossoró. “O aumento constante da frota exige intervenções para tornar o trânsito mais seguro e fluído. E percebemos esse esforço da gestão municipal”, observa.

Ex-secretário municipal de Mobilidade Urbana, o vereador lembra que a eficiência das ações decorre da municipalização do trânsito em Mossoró, em 2009, quando era secretário. “Antes, quando queimava uma lâmpada de semáforo, tinha que solicitar ao Detran, em Natal”, recorda. O parlamentar informa que a FPTMU continuará nas próximas semanas o projeto Diálogos sobre Mobilidade Urbana, com tema e data a serem definidos.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem