BANNER 1


“UERN: Ciência pela vida no enfrentamento da pandemia”. Este foi o tema aprovado nesta quinta-feira (02), por unanimidade, pela Comissão da Medalha da Abolição 2020, que irá homenagear cientistas e profissionais que estão na linha de frente do combate ao novo coronavírus.

A sugestão de tema foi apresentada pela Reitoria da UERN, e aprovada por unanimidade pelos membros da comissão. “Esse tema é um reconhecimento a toda a importância da ciência e das universidades públicas, especialmente nesse contexto de pandemia. O mundo inteiro espera uma vacina, e não há outro caminho para sairmos dessa situação senão através da ciência. E a UERN tem atuado ativamente junto à população do Rio Grande do Norte”, argumentou a professora Cicília Maia, chefe de gabinete da Reitoria, que fez a defesa do tema.

“É um tema muito atual e pertinente à nossa realidade. A UERN foi muito feliz em sugerir esse tema”, avaliou o vereador Alex Moacir, representante da Câmara Municipal de Mossoró na comissão.

A Comissão aprovou seis nomes para receber a medalha, sendo três professores e cientistas da Universidade e três homenagens póstumas a profissionais da saúde que perderam suas vidas enquanto atuavam na linha de frente do combate à pandemia. São eles:


  • Prof. Dr. Fabiano Rodrigues Maximino – Professor da Faculdade de Ciências da Saúde da UERN e médico infectologista;
  • Prof. Dr. Lucídio Cleberson de Oliveira – Professor da Faculdade de Enfermagem e professor da Residência Multiprofissional em Atenção Básica, Saúde da Família e Comunidade;
  • Profª. Drª. Anne Gabriella Dias Santos Caldeira – Departamento de Química

Homenagens Póstumas a profissionais da saúde vítimas do Covid 19:

  • Élio César Marson – Médico
  • Luiz Alves de Brito – Técnico de Enfermagem
  • Vital Avelino Maia Neto – Estudante de Medicina

“Estendemos essa homenagem a todos os profissionais que estão na linha de frente nesta pandemia”, afirmou o professor Frank Felisardo, membro da comissão.

A Medalha da Abolição foi criada pela Lei Municipal nº 20/68 e é entregue aos agraciados durante a Assembleia Universitária comemorativa ao aniversário da UERN, realizada em setembro.

A concessão da medalha é feita a personalidades que tenham se notabilizado na prestação de serviços à comunidade, nas áreas de educação e cultura, sobretudo em benefício da UERN.

A reunião foi realizada através da Plataforma Google Meet e presidida pelo reitor Pedro Fernandes. Emocionado, ele parabenizou a comissão pela sensibilidade na escolha do tema e dos homenageados. “A UERN cumpre um papel social muito importante no nosso Estado, atuando ativamente no desenvolvimento do Rio Grande do Norte e nos municípios onde está inserida. É cada vez mais necessária a aproximação da ciência produzida nos laboratórios com a sociedade. A vida e o trabalho dessas pessoas que foram escolhidas para receber a Medalha da Abolição 2020 retratam a soma de esforços por um bem comum para toda a sociedade”, afirmou Pedro Fernandes.

Participaram ainda da reunião os membros da comissão Alex Moacir de Sousa Pinheiro, Francisco Rubens Coelho Figueiredo, Frank da Silva Felisardo, Geraldo Maia do Nascimento, Nelson Lucas Pires Júnior, Olismar Medeiros Lima, Wilson Bezerra de Moura e a chefe de Gabinete da Reitoria, Cicília Maia.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem