BANNER 1


Polícia Militar do Rio Grande do Norte confirmou que está investigando o recebimento indevido, por parte de 252 alunos/soldados da corporação, do auxílio emergencial de R$ 600 pagos pelo governo federal como forma de amenizar os efeitos da pandemia. Caso se confirme a irregularidade, cada um terá que devolver o valor recebido.

A a assessoria de comunicação da PM informou ao Portal Agora RN que todos os identificados são alunos/soldados, ou seja, são policiais que ainda estão no curso de formação. "Resta saber se o cadastro foi deliberado, se cada um fez por conta e risco, ou se o foram vítimas de alguma fraude", ponderou o tenente-coronel Eduardo Franco.

Caso fique provada a má-fé, o policial responderá administrativamente. A punição vai de detenção à exclusão.

A PM orienta aos alunos que devolvam o dinheiro. Para isso, basta acessar o portal do Ministério da Cidadania (https://devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br/devolucao).

Foi estabelecido que até esta quarta-feira (3) todos os alunos soldados da PMRN estejam cientes da irregularidade e restituam o valor além de cancelar futuros recebimentos.

Os alunos/soldados recebem salário no valor de R$ R$ 1.045,00.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem