Banner 1


A governadora Fátima Bezerra se reuniu na manhã de terça-feira (02), em videoconferência, com a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, para propor o “Pacto pela Vida”, quando fez um apelo para que a administração da segunda cidade mais populosa do estado tenha um maior envolvimento no cumprimento e fiscalização das medidas dos decretos estaduais. A proposta tem a finalidade de ampliar os índices de isolamento social, única maneira considerada eficaz para conter a propagação do novo coronavírus (Covid-19).

“Contamos com o apoio de Mossoró, por ser uma cidade muito populosa e que centraliza no Alto Oeste do estado grande circulação de pessoas. O Estado terá uma ação especial de reforço nas forças de segurança direcionada para o combate à Covid-19”, disse a chefe do Executivo estadual. Ela citou, dentre as ações sugeridas, o fechamento do acesso às praias, como Grossos, Areia Branca e Tibau.

O “Pacto pela Vida” propõe mais fiscalização para feira livres, proibição de circulação de áreas públicas, controle de circulação com blitzen, entre outras ações.

A prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, afirmou que o município vai indicar um representante da prefeitura para compor a comissão que o governo está coordenando e que as propostas apresentadas na reunião se somam às ideias que estão sendo alinhadas internamente. “Esse ‘Pacto pela Vida’ é fundamental. O alinhamento com outros municípios, orientados pelo Governo do Estado, é muito importante”, reforçou.

Como resultado da primeira reunião com os municípios da 7ª Ursap, foi criada uma comissão entre o Governo Estadual e as prefeituras para definir ações concretas, tais como as blitzen que já vêm acontecendo, rondas nos bairros e comércios, proibição de circulação em áreas públicas, fechamento de acesso às praias e controle de trânsito. Foi proposta, ainda, uma ação integrada das forças de segurança do Estado e municípios e dos Procons, de forma a intensificar a fiscalização do cumprimento das medidas.

Na próxima sexta-feira (05), finda o prazo do atual decreto estadual em vigor e as medidas acertadas na videoconferência se tornam necessárias devido ao crescimento constante no número de óbitos registrados, associado ao baixo índice de isolamento social cumprido pela população potiguar - que no último fim de semana foi de apenas 42%, quando o ideal é de 70%.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem