BANNER 1


Um crime de homicídio com características claras de execução foi registrado pela Polícia Militar, por volta das 21h30 de terça-feira, 16 de junho de 2020, na Rua Manoel Maria do Nascimento, no Bairro Santo Antônio em Mossoró.

Adigar Silva Pereira, o "Luquinha", de 18 anos, foi morto em via pública com mais de trinta tiros. Segundo a Polícia Militar, a vítima foi perseguida pelos atiradores e executada no meio da rua próximo ao Supermercado Firmino.

A perícia criminal confirmou que foram utilizadas três tipos de armas na execução do jovem, sendo duas pistolas calibres .40 e 380, além de uma escopeta calibre 12. Após o crime, os atiradores fugiram do local antes da chegada da Polícia Militar.

Ainda não há informações sobre a motivação e a autoria do crime, mas a Polícia Civil informou que Adigar Silva, que residia na Rua Aoem Menescal, no mesmo bairro onde foi morto, tinha envolvimento com uma facção criminosa que atua naquela região.

A cerca de 50 metros do local onde o jovem tombou sem vida, a Polícia Civil encontrou um veículo tipo Corolla de cor prata que estava em estado de abandono. O delegado de plantão DPC Luiz Antônio solicitou que a equipe do ITEP realizasse uma perícia no carro. Não há confirmação se o veículo está relacionado com a cena do crime.

Após os trabalhos periciais no local do homicídio, o corpo do jovem foi recolhido e encaminhado para o Instituto Médico Legal do ITEP, onde será examinado e depois liberado para os familiares. Com mais um homicídio, a cidade de Mossoró, passa a contabilizar 92 assassinatos em 2020. A investigação do caso ficará com a Delegacia de Homicídios de Mossoró (DHM)

Fim da Linha


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem