BANNER 1


O médico anestesiologista Adelmaro Cavalcanti morreu na manhã de quinta-feira (18) vítima da Covid-19 em Natal. Adelmaro tinha 62 anos e estava internado desde o início do mês no Hospital Promater, na Zona Sul.

Adelmaro Cavalcanti foi secretário de Saúde Pública do Rio Grande do Norte na gestão de Wilma de Faria. O médico também foi candidato a vice-prefeito de Natal, na chapa com Fátima Bezerra em 2004. Em 2012, Adelmaro tentou vaga na Câmara Municipal da capital.

Durante a entrevista coletiva do Governo do Estado na quinta (18) para tratar do enfrentamento ao novo coronavírus, o secretário adjunto de Saúde, Petrônio Spinelli, lamentou a morte do colega. Spinelli também foi adjunto da Sesap quando Adelmaro Cavalcanti comandava a pasta.

“Muito dramático para a gente que está vivendo esse problema da pandemia e começa a perceber que pessoas muito próximas, profissionais de saúde, que trabalharam com a gente, de repente, também chegarem a óbito. Mostra a gravidade da doença”, declarou Petrônio Spinelli.

Ele lembrou do tempo em que trabalhou com Adelmaro Cavalcanti e disse que a morte dele provoca “um luto pessoal”. "Adelmaro era aquela pessoa que, quando você pensa nele, pensa nele rindo, brincando. Mesmo nas reuniões mais sérias ele conseguia criar um clima de amizade, de tranquilidade, sempre com muita dedicação. Sempre uma boa lembrança. Pra mim é um luto pessoal também”, disse.

G1/RN



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem