BANNER 1


O plenário da Câmara Municipal de Mossoró aprovou por unanimidade, hoje (9), em sessão extraordinária remota, o Projeto de Lei Ordinária Substitutivo 6/2020, que autoriza a Prefeitura a remanejar 10% do Orçamento do Mossoró Cidade Junina, Chuva de Bala no País de Mossoró e Cidadela Junina para fortalecimento da cultura local, durante a calamidade pública pelo novo coronavírus.

A proposta é de autoria do vereador Gilberto Diógenes (PT). “Considerando que o montante orçado total para o MCJ corresponde ao montante de R$ 4 milhões e 142 mil; Chuva de Bala e Cidadela, a rubrica de R$ 215 mil e 500,00, totaliza o valor de R$ 4 milhões e 357 mil para ações e políticas públicas voltadas para a cultura local”, diz.

O autor explica que a proposta remaneja 10% do total orçado para o Mossoró Cidade Junina, Chuva de Bala no País de Mossoró e Cidadela aos artistas. “Cumpre destacar a defesa da destinação do percentual restante de 90% para ações de saúde de combate ao Covid-19”, frisa.

O projeto foi aprovado sem alterações. O plenário rejeitou quatro emendas, propostas pela bancada de oposição. “Fomos procurados por vários artistas, solicitando a aprovação da proposta na íntegra, como foi concebido”, justifica o vereador Alex Moacir (MDB), líder da situação.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem