Banner 1


Os casos de infecção pelo novo coronavírus aumentaram entre os profissionais de Saúde no Rio Grande do Norte. Entre os dias 16 e 23 de maio, o número de trabalhadores da área com testes positivos para o novo coronavírus saltou de 781 para 1.057 – crescimento de 35,33%. Conforme Boletim Epidemiológico nº 70 da Secretaria de Estado da Saúde Pública do Estado do Rio Grande do Norte (Sesap/RN), o índice de óbitos na categoria é de 4%, ou seja, até o dia 23 de maio, pelo menos 7 profissionais de saúde no Estado perderam a guerra para a doença.

O mais recente deles e que ainda não entrou nas estatísticas da Sesap/RN é o médico João Batista Medeiros Costa, de 65 anos, que atuava no Hospital Dr. José Pedro Bezerra (Santa Catarina), em Natal, como clínico geral. A morte foi confirmada pela Cooperativa Médica do Rio Grande do Norte (Coopmed/RN), da qual o médico fazia parte. Conforme nota emitida pela entidade, João Batista Medeiros Costa morreu no domingo, dia 24, após 13 internado. O teste positivo para a Covid-19 foi recebido um dia antes do óbito.

“A Coopmed/RN vem a público manifestar profundo pesar pelo falecimento do médico Cooperado João Batista Medeiros Costa, ocorrido neste domingo, 24, em Natal, RN. Neste momento de profunda tristeza, prestamos nossa solidariedade e nossas condolências aos familiares e aos amigos”, diz nota assinada pela direção da Coopmed/RN.

Conforme consta no Boletim 70 da Sesap/RN, que traz mais detalhes sobre o avanço da pandemia no Rio Grande do Norte semanalmente, os profissionais de Saúde ocupam o segundo lugar no ranking dos infectados por ocupação, com 23%. Em primeiro lugar, com 67%, são pessoas cuja ocupação não foi informada no preenchimento do prontuário médico. Outros 10% não detalharam do que se ocupam.

Os profissionais de Saúde estão entre as categorias elegíveis como prioritárias para a realização dos testes para detecção da doença. Por isso, os números de infecções são mais fiéis que os do público comum, cujos casos assintomáticos ou com sintomas leves da Covid-19 não são testados na rede pública de Saúde do Rio Grande do Norte.

Em relação aos óbitos, 56% dos que foram confirmados para a Covid-19 no Rio Grande do Norte não dispõem do detalhamento da ocupação do paciente morto. Os profissionais de Saúde, conforme esse levantamento, aparecem em segundo lugar com 4% dos óbitos registrados para a doença no Estado. E 40% foram registrados como outros.

Profissionais Infectados

Veja abaixo a evolução dos casos de Covid-19 entre os profissionais de Saúde no Rio Grande do Norte.

Dias 16 de maio de 2020

781 profissionais com Covid-19

Dia 23 de maio de 2020

1.057 profissionais com Covid-19

35,33% de aumento no Período

Com informações da Tribuna do Norte e Sesap/RN


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem